Bem Vindo(a)!

Sejamos jovens adeptos à cultura




terça-feira, 5 de abril de 2011


Vês! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a ingratidão - esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!

Augusto dos Anjos

3 comentários:

Ócio Degenerativo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thiago Brito disse...

Seus textos são tão belos, delicados e de uma inteligência peculiar, prbenss mesmo
Estou te seguindo tbm
Obg pela visita e pelo comentário.
Um bjoo
http://essenciaego.blogspot.com/

Tamyle Ferraz disse...

Depois desse texto, foi paixão a primeira vista. Fã do Augustinho

Visitante número: